Quimio Adjuvante - Fatores de Risco - Neolife Bem-Estar
Atendimento: (11) 4780-4050

Quimio Adjuvante - Fatores de Risco

Publicado em 19/10/2021

Afinal para que serve a quimioterapia adjuvante, aquela aplicada após a cirurgia, se o cirurgião já retirou todo o tumor?” Essa é uma dúvida frequente no consultório do oncologista.

Por que a doença pode recidivar após a cirurgia?” Isso se deve a presença de MICROMETÁSTASES que não aparecem nos exames de imagem, nem no PET-CT, e que ao longo dos anos crescem e são detectadas como recidiva da doença.

Então como o oncologista sabe da existência de MICROMETÁSTASES?” Ele vai estimar se a doença é de alto risco para ter MICROMETÁSTASES baseado em:

- características patológicas (tamanho, invasão de vasos sanguíneos e linfáticos, grau de proliferação e disseminação em linfonodos locais)

- imunohistoquímica (triplo negativo ou HER2 positivo)

- critérios moleculares (OncotypeDX e MamaPrint).

Nos tumores de alto risco, a quimioterapia é uma arma essencial para eliminar as MICROMETÁSTASES e evitar a tão temida recidiva da doença.

A quimioterapia adjuvante apresenta vários efeitos colaterais na estética feminina como queda dos cabelos, queda dos cílios e sobrancelhas, alterações na pele e nas unhas. Felizmente, hoje existem diversas alternativas para prevenir ou amenizar esses efeitos, como: crioterapia capilar para prevenção da queda dos cabelos, perucas e próteses capilares, micropigmentação de sobrancelhas, manicure oncológica, hidratação da pele, entre outros.




Instagram @neolifebemestar

Contato

Rua Dr. Amâncio de Carvalho, 182 Cj. 106 e 107 Vila Mariana, São Paulo - SP

(11) 4780-4050

contato@neolifebemestar.com.br







Responsabilidade Técnica

Fernanda Aparecida Teixeira Pinto
CREFITO 121.094-F
RE: 11543-SP

© 2022 Copyright - Todos os direitos reservados "Mogicomp Soluções Web"