Obesidade e câncer - Neolife Bem-Estar
Atendimento: (11) 4780-4050

Obesidade e câncer

Publicado em 26/04/2019

 Evidências científicas comprovam que nos últimos dez anos o excesso de peso aumentou de forma significativa. A obesidade já atinge grande parte da população no mundo e, no Brasil, mais da metade das pessoas se apresenta nessas condições.  Segundo a Organização Mundial da Saúde a acentuada prevalência do excesso de peso e da obesidade contribuem como fatores de risco para o desenvolvimento dos cânceres de mama pós-menopausa, endométrio, rim, fígado, próstata, bexiga, esôfago, mieloma múltiplo, meningioma e colorretal. 

 

Dra. Larissa Monteiro, nutricionista da Neolife Bem-Estar, cita:  “Estudos sugerem que em 14% dos homens e 20% das mulheres a obesidade apresenta relação com vários tipos de câncer. As principais causas são mudanças no padrão alimentar e sedentarismo”.

Trabalho publicado pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo aponta que em 2025 o Brasil terá 29.000 casos de câncer relacionados à obesidade.

A nutricionista da Neolife Bem-Estar, Dra. Thais Miola afirma: “A  obesidade  é uma doença inflamatória  onde os adipócitos -  células de gordura que estão em altas concentrações nos obesos -liberam citocinas pró-inflamatórias como TNF-α (fator de necrose tumoral-alfa), interleucina-6 e proteína C reativa. Essas citocinas participam do processo da carcinogênese. Além disso, os obesos normalmente apresentam altos níveis circulantes de estrogênio, o que pode explicar, por exemplo, o fator de risco para o câncer de mama.

Portanto, sobrepeso e obesidade podem acelerar o desenvolvimento e a progressão do câncer por múltiplos mecanismos:

1-            Estimulação de inflamação de baixo grau, pela produção de substâncias pró-inflamatórias.

2-            Alterações dos níveis de fatores promotores de crescimento, principalmente insulina e IGF-1 (fator de crescimento semelhante a insulina), que aumentam o risco de resistência à insulina e provocam síndrome metabólica.

3-            Perda da programação da morte celular, denominada apoptose. Todas as células do nosso organismo estão programadas para morrer, porém a célula cancerosa perde essa capacidade. Estudos mostram que a obesidade pode desregular ainda mais esse processo contribuindo para que as células cancerosas continuem vivas no organismo.

4-           Níveis elevados de estrogênio (hormônio sexual feminino). É este hormônio que está associado ao maior número de casos de câncer de mama.

5-          Alteração na microbiota intestinal que contribui para mudança no perfil das bactérias do trato intestinal aumentando o nível de inflamação.

A relação entre obesidade e câncer é forte e ao mesmo tempo complexa. Nem sempre é determinante apesar de todos os mecanismos citados acima. A tendência de ver a obesidade como uma característica que contribui para a ocorrência de tumores tem crescido. Além disso estudos mostram que também o excesso de peso aumenta a chance de recidiva da doença.

A nutricionista Dra. Larissa sugere um acompanhamento nutricional individualizado, com um plano alimentar montado exclusivamente para atingir as necessidades do indivíduo, oferecendo alimentos que diminuam o processo inflamatório, associado à prática de atividade física que é fundamental para manter o peso adequado e prevenir o aparecimento  de um câncer e  diminuir o risco de progressão de uma neoplasia.

 

 

Artigos:

 https://www.inca.gov.br/noticias/inca-alerta-para-impacto-da-epidemia-de-obesidade-na-incidencia-de-cancer

Insights into the link between obesity and cancer. Ackerman, S.E., Blackburn, O.A.,Marchildon, F. et al. Curr. Obes. Rep. (2017) 6:195. https://doi.or/10.1007/s13679-017-0263-x

Young Adult Cancer: Influence of the Obesity Pandemic Obesity (2018) 26, 641-650. doi:10.1002/oby.22137

[AIRC] American Institute for Cancer Research / World Cancer Research Fund. Body fatness and weight gain and the risk of cancer. 2018

[AIRC] American Institute for Cancer Research / World Cancer Research Fund. Diet, nutrition, physical activity and cancer. Third report. 2018

Pergola G, Silvestris F. Obesity as a major risk factor for cancer. J Obes 2013; 2013:291546

 

 www.Oncoguia.org.br 




Instagram @neolifebemestar

Contato

Rua Dr. Amâncio de Carvalho, 182 Cj. 106 e 107 Vila Mariana, São Paulo - SP

(11) 4780-4050

contato@neolifebemestar.com.br







Responsabilidade Técnica

Fernanda Aparecida Teixeira Pinto
CREFITO 121.094-F
RE: 11543-SP

© 2021 Copyright - Todos os direitos reservados "Mogicomp Soluções Web"