Micropigmentação

A micropigmentação é um tratamento de correção de falhas ou cicatrizes nas sobrancelhas, pálpebras, lábios e aréola. O resultado não é permanente como a tatuagem, mas apresenta tempo de duração que varia de 8 a 18 meses. A ação dos raios solares, cremes faciais e tipo de pele contribuem para o desbotamento do pigmento.

Durante o procedimento, apenas a camada subepidérmica é pigmentada, o que não compromete as camadas da pele mais profundas e tem menor risco de infecção local. Como a derme não é agredida, o risco de sangramento e dor também é menor. O pigmento utilizado é inerte, isto é, não causa reações alérgicas de rejeição e os materiais usados são descartáveis. Algumas partículas de pigmento são consumidas por macrófagos da pele que causam o clareamento no resultado após alguns dias, sendo muitas vezes necessário realizar o retoque 1 mês depois.

A micropigmentação estética é utilizada para correção de falhas nas sobrancelhas, pálpebras e lábios. A micropigmentação paramédica é utilizada para corrigir defeitos nas aréolas após mastectomia, cicatrizes e alterações de cor na pele.

O melhor momento para a realização da micropigmentação de sobrancelhas, pálpebras e lábios é antes do início do tratamento quimioterápico, pois a imunidade ainda está preservada e ainda não houve a queda dos pelos, o que permite o profissional seguir a linhas naturais do rosto.

A imunossupressão pela quimioterapia não é uma contraindicação absoluta à tatuagem convencional e nem a micropigmentação, principalmente em esquemas que causam imunossupressão leve. É importante conhecer os esquemas de tratamento e evitar a tatuagem no nadir da quimioterapia, isto é, no período em que a imunidade está mais baixa, normalmente entre 7-14 dias após a infusão das drogas. O risco maior para o paciente oncológico é a infecção no local da tatuagem e sua disseminação pelo corpo.

Logo, é possível realizar a micropigmentação durante a quimioterapia devido a menor agressão a pele da técnica comparado a tatuagem convencional, mas desde que o procedimento seja realizado com profissionais qualificados, que trabalhem em ambiente de total higiene com materiais descartáveis e esterilizados. Além disso, é necessário o comprometimento do paciente com cuidados pós-procedimento e acompanhamento médico. Pode ser também utilizado laser de baixa potência para estimular a cicatrização precoce.

Neolife Bem-estar. - 2017. Todos os direitos reservados
Desenvolvido por Link9 & Medconsulting